Arquivo da categoria: No palco

As pernas que abalaram Paris

Desde o dia em que vi o anúncio desta peça, fui com a cara – ainda não tinha lido nenhuma crítica e nunca tinha ouvido falar na cantora (desculpem aí a falta de cultura pop dos anos 30). Então insisti … Continuar lendo

Publicado em No palco | Deixe um comentário

Vale Tudo, inclusive 3 horas de poltrona e nostalgia

Aos 14, chorei as primeiras desilusões amorosas ao som dele. Aos 16, assisti ao seu primeiro show, no Palácio Popular da Cultura (na minha cidade, que de popular, só tem o nome). Aos 17, em viagem com amigas à Garopaba, … Continuar lendo

Publicado em No palco | 1 Comentário

O Libertino: impecável

Fazia muito tempo que não assistia a uma peça de época. Tinha me esquecido das delícias de sentir cheiro de ácaro, daqueles cenários preenchidos por móveis de outros carnavais, da graciosidade dos atores com seus cabelos bem montados e suas … Continuar lendo

Publicado em No palco | Marcado com | Deixe um comentário

LUZ É TUDO

Esta frase era dita com frequência quando eu trabalhava em revista, especificamente, acompanhando os editoriais e seus talentosos fotógrafos. Luz é tudo. Aprendi esta grande lição, e nunca mais esquecerei. E esta frase veio à mente, quando entrei no Teatro … Continuar lendo

Publicado em No palco | Marcado com | 2 Comentários

Clique aqui se você é casada

A História de Nós 2 é uma comédia romântica (com uma pitada de drama) que está em cartaz já na sua segunda temporada, e desta vez, popular, a R$ 40,00. Logo na primeira cena, a gente se depara com um … Continuar lendo

Publicado em No palco | Marcado com | Deixe um comentário

O mundo cinzento de Hell

Bárbara Paz, dirigida pelo namorado Hector Babenco, dá um show de atuação. A sua voz, seu tipo físico, tudo favorece para que sua veia dramática apareça ainda mais na peça baseada no livro Hell Paris, de Lolita Pille. É a … Continuar lendo

Publicado em No palco | Marcado com | Deixe um comentário

Quem não se encaixa, se ferra

“Minha mãe sempre dizia, que aos poucos, a gente se acostuma a tudo”, diz o personagem, no meio do texto do monólogo O Estrangeiro, dirigido por Vera Holtz. Num escuro de dar cegueira e em seguida, 3 focos de luz … Continuar lendo

Publicado em No palco | Marcado com , , , , | 2 Comentários